Sexta-feira, 31 de Março de 2006


publicado por A.N às 09:08
link | comentar | ver comentários (5) | partilhar

John,

aqui vai. A Chapa junta-se ao rebanho blogosférico e adere aos questionários. Mas decide não passar a batata quente.

Ao invés, convida quem desejar fazê-lo, a entupir a caixa de comments.

Boa?

Quatro empregos que tive na vida

  1. Hospedeira em eventos
  2. Assistente no Pavilhão Atlântico
  3. Advogada Estagiária
  4. Assim de repente não me lembro de mais nada ( Que pobre CV...)

Quatro sítios onde vivi

  1. Cruz de Pau
  2. Serafina City
  3. Barcelona
  4. Campolide ( esse grande bairro!)

Quatro filmes que posso ver vezes sem conta

  1. Cinema Paraíso
  2. E tudo o vento levou ( quando era pequena sabia as frases todas da Scarlett)
  3. Todos os que já vi do Woody Allen
  4. A pequena Sereia

(A verdade é que vejo quase todos os filmes mais do que uma vez, por isso escolhi aqueles que , de facto, acabei por ver mais vezes! Obviamente que tenho consciência que esta revelação fará descer, drasticamente, o nível da minha popularidade...mais bon, c´est comme ça la vie!)

Quatro pratos favoritos

  1. Arroz de tamboril com gambas
  2. Quesadillas
  3. Bacalhau Espiritual
  4. Massa!Massa!Massa! Com tudo...e tudo...e tudo!

Quatro séries que nunca perco

  1. Sex and the City
  2. Six Feet Under
  3. Sopranos
  4. E.R ( desde pequena que não perco aquela treta, cada vez estou em casa. Não sei se por causa do Clooney ou do ar utopicamente asséptico do Hospital...)

Quatro websites que visito diariamente

  1. Mundo da Chapa ( Qual Narciso, é a minha homepage!)
  2. Gmail
  3. Sitemeter
  4. Público

Quatro sítios onde gostaria de estar agora

  1. Cuba
  2. Malásia
  3. Tailândia
  4. Lagos (leia-se, no Algarve)



publicado por A.N às 08:57
link | comentar | ver comentários (3) | partilhar

Quinta-feira, 30 de Março de 2006
Se a inveja matasse, há já alguns minutos que provavelmente jazeria no chão, com dores agonizantes e rezando pela última golfada de ar a entrar nos meus pulmões.
Como se não bastasse que o sol e o calor andassem a brincar ao “esconde esconde” connosco, seres esquálidos e ávidos de praia, através do computador chegam-me batucadas e shows de bola dum Brasil que há muito quero conhecer e que agora me é relatado, com um tom descontraído e cativante, neste blog que a minha amiga Sara me recomendou.
O Bicho pegou...e pegou mesmo.
Se eu levar uma mochila pequenina, posso-me juntar à viagem?


publicado por A.N às 09:43
link | comentar | ver comentários (2) | partilhar

Quarta-feira, 29 de Março de 2006
Dictionary Entry on Neurosis

Neurosis - noun a type of mental illness in which the patient suffers from extreme anxiety ;neurotic adjective 1: suffering from neurosis 2: in a bad nervous state ; noun someone suffering from neurosis ; neurotically adjective


From Wikipedia, the free encyclopedia


publicado por A.N às 22:45
link | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Segunda-feira, 27 de Março de 2006


Sempre afirmei que sou uma daquelas felizardas que têm acesso à cultura, sem necessidade de grande esforço.
De forma privilegiada, encontro-me , frequentemente, rodeada de pessoas actualizadas, interessantes e interessadas, que me aguçam o apetite e me levam a conhecer, de forma divertida, o que a vida melhor tem para oferecer.
Entre uma imperial e os tremoços ou mesmo antes do jogo de futebol, arranjamos tempo para recitais de poesia, instalações perturbantes e retrospectivas de artistas com os quais, na maioria das vezes, tenho pouca intimidade.
Outras vezes, essas visitas guiadas, terminam em cafés ou restaurantes escondidos algures em Lisboa, onde os míticos azulejos com a televisão no canto da sala e a clássica bifana no pão, dão lugar a poltronas confortáveis, revistas de artes espalhadas e iguarias mais sofisticadas que apelam aos sentidos da clientela que os visita, há muito ávida de um lugar para estar e não para simplesmente ir.
Há uns meses atrás falaram-me (a minha guia preferida!!!) de um café em Alfama que fica a paredes meias com a Sé.
As proprietárias vêm de longe e trouxeram finalmente a Lisboa um conceito de café onde o intuito é ficar, ler, jogar às cartas ou falar ao sabor de chás, sumos, apfelstrudel e tostas.
Quem entra, não é convidado a sair, o que por vezes complica os planos dos preguiçosos de fim-de-semana, como eu, que ficam à porta tristemente e acabam por abandonar a ideia de ali ficar porque ninguém parece fazer tenção de ceder o lugar.
A decoração traz-me à memória Barcelona e os cafés onde me perdia a escrever as memórias que jamais compilei.
Divãs, sofás, mesinhas de apoio, estantes com livros, placards com mensagens de estrangeiros que ali buscam apartamentos, guias culturais e referências a outros recantos do mundo.
A música dá o toque final a toda àquela peculiar atmosfera .
Agora que escrevo, apercebo-me que talvez não fosse boa ideia divulgar, ainda mais, este pequeno achado .
No entanto, como tudo o que é bom, pecado seria guardá-lo para mim, não é?
E se a mim me levaram pela mão, há que retribuir o favor e fazer seguir a cadeia.

POIS CAFÉ
Rua São João da Praça, 93-95(à Sé, Alfama)Lisboa
Tel.: 21.886.2497
Horário: 11.00 às 20.00


publicado por A.N às 09:11
link | comentar | ver comentários (5) | partilhar

Sábado, 25 de Março de 2006


" (...) Procurar a solidão é uma coisa. Outra coisa completamente diferente é sermos obrigados a encontrar-nos com a nossa própria solidão e termos que viver com ela, para o bem e para o mal. Sinto falta do Jorge e da Zézinha. Claro que sinto. E por vezes não sei se estou a saber viver bem com a minha própria solidão que, em último caso, não foi uma solidão procurada. Gosto de estar sozinha, é um facto. Mas gosto de ser eu a decidir quando e como."

Saudades querida Rita, saudades. E muito orgulho também!



publicado por A.N às 13:55
link | comentar | partilhar

Quinta-feira, 23 de Março de 2006
Era uma vez uma família muito engraçada.
Quatro irmãos, uma casa grande e férias bem passadas na lezíria ribatejana.
Cada um trilhou o seu caminho.
Cresceram, casaram, tiveram filhos.
Anos mais tarde, encontraram-se todos no funeral da mãe.
Já não se conheciam e entreolhavam-se com desconfiança.
As férias da lezíria , os banhos na Nazaré e as brincadeiras de crianças estavam agora guardados num recanto da memória onde, orgulhosamente, não tocavam.
Ainda assim, apesar de se desconhecerem, não faziam qualquer esforço de aproximação, porque as defesas estavam montadas e muita água já havia corrido por debaixo daquela ponte.
Uniram esforços para que a cerimónia fosse breve, para que o pai permanecesse acompanhado e até decidiram almoçar todos, em jeito de união de família desastrada.
E, enquanto os observava, apercebi-me como a incapacidade de expressar afectos pode manchar as vidas de tantas famílias e escrever as linhas do destino de tantas pessoas.
Se conseguissem dizer “Gosto de ti” e os abraços fossem sinceros e não rígidos, provavelmente estes desconhecidos teriam muito que falar, provavelmente as acções ficariam para quem as faz e, provavelmente, os seus filhos teriam recordações da lezíria e do mar da Nazaré.


publicado por A.N às 08:37
link | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Segunda-feira, 20 de Março de 2006


(...)
Eu tinha o espírito aberto
Às vezes andei perto
Da essência do amor
Porém no meio dos colchões
No meio dos trambolhões
A situação era cada vez pior
Tu despertaste em mim um ser mais leve
E eu sei que essencialmente isso se deve
A esse passo inseguro
E ao paraíso no teu olhar (...)

"Dá-me Lume", Jorge Palma


publicado por A.N às 08:55
link | comentar | ver comentários (1) | partilhar

Domingo, 19 de Março de 2006


"O trabalho pisa uma linha muito fina entre ser obra e ser lixo”, Angela de la Cruz

O processo de construção ou a obra?

Pintura ou escultura?

A metamorfose da obra, face ao autoritarismo do consumo e aos desejos do comprador.

O fim ou o renascer da obra?

Na Culturgest, de 1 de Fevereiro a 30 de Abril

Entrada: 2 Euros (Redução de 30% para menores de 25 anos)
Visitas guiadas todos os Domingos às 16H00.

Guias audio, gratuitos (e imprescindíveis!) , para acompanhamento da visita à exposição.



publicado por A.N às 12:33
link | comentar | partilhar

Quinta-feira, 16 de Março de 2006


publicado por A.N às 08:35
link | comentar | ver comentários (5) | partilhar

Carimbos no passaporte
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


You've got mail
omundodachapa@gmail.com
Check-in

Subscrever feeds