Domingo, 16 de Março de 2008
Os sábados amanhecem cedo no Príncipe Real.
O parque enche-se de crianças, o jardim de leitores e os produtos biológicos descem à cidade para nos recordar de sabores que já não existem.
Fruta, legumes, azeite e chás, alvos de tratamentos tradicionais, imunes à massificação da produção industrial e dos travos ácidos e insípidos a que esta nos habituou.
Descendo um pouco em direcção ao Cais do Sodré, o sol desperta a boa disposição e o descanso merecido da semana que não o foi.
Nos cafés discutem-se ideias; livros; as gordas do jornal.
Cafés para se estar, para se disfrutar, para pensar e conviver.

A cidade modifica-se. Recupera velhos vícios sob uma nova máscara e convida-nos a vivê-la.

E nós, aceitamos este convite?


publicado por A.N às 11:42
link | comentar | partilhar

2 comentários:
De 100 Sentidos a 16 de Março de 2008 às 23:43
Dá vontade de viver Lisboa!


De A.N a 18 de Março de 2008 às 09:53
São dias como o de Sábado que me fazem pensar duas vezes em trocar Lisboa por qualquer outra cidade...


Comentar post

Carimbos no passaporte
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


You've got mail
omundodachapa@gmail.com
Check-in

Subscrever feeds