Segunda-feira, 6 de Outubro de 2008

 

Uma promessa cumprida de um ano de ausências nas bancadas de Alvalade.

Um ano sem ameaças de úlceras nervosas, achaques cardio-vasculares e mood swings inesperados.

Um ano de intensa gestão emocional e de bloqueio de conteúdos desportivos, para me voltar a encontrar agora, no exacto local onde me encontrava há um ano e meio atrás, enfurecida e traída pela ausência de regras do esférico; permeável às irritações e provocações dos restantes treinadores de bancada; desanimada perante a ideia de ver, mais uma vez, o título afastar-se.

 

Para uma não crente, começo a acreditar que o futebol é de facto uma fé que transcende as regras da razão.

E, apesar de profunda ignorante dos textos da Biblia, parece-me que o sermão do futebol cativa mais eficazmente.

Afinal, mudar de religião tornou-se corriqueiro nos dias de hoje.

De clube, para mal dos meus pecados (literalmente) , é que não.



publicado por A.N às 23:13
link | comentar | partilhar

2 comentários:
De Tomás Vasques a 9 de Outubro de 2008 às 22:16
Mudar de clube, nunca. Mas de treinador talvez.


De Jose Lemos a 9 de Outubro de 2008 às 23:57
É de facto um dado certo, também não sei explicar o porquê de tudo isso acontecer mas que tal qual uma religião em que quando todos estão concentrados um determinado tema sente-se um arrepio e "uma pele de galinha", quem já não sentiu isso no momento de ser cantado o hino nacional num estádio cheio ou mesmo num jurar de bandeira no final da recruta. Se durante os 90mn estivermos a pensar na vitoria e a incentivar a equipa de certeza que os nossos onze jogadores vão sentir que se um passe falhar ou um golo a boca da baliza não entra, de certeza que não vão ser assobiados. Este clube merece tudo o quanto lhe possamos dar de bom pois já nos deu e continuará a dar de certeza quer no presente, quer no futuro. Tudo isto para dizer que não se pode em caso algum perder a fé.
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

É de facto um dado certo, também não sei explicar o porquê de tudo isso acontecer mas que tal qual uma religião em que quando todos estão concentrados um determinado tema sente-se um arrepio e "uma pele de galinha", quem já não sentiu isso no momento de ser cantado o hino nacional num estádio cheio ou mesmo num jurar de bandeira no final da recruta. Se durante os 90mn estivermos a pensar na vitoria e a incentivar a equipa de certeza que os nossos onze jogadores vão sentir que se um passe falhar ou um golo a boca da baliza não entra, de certeza que não vão ser assobiados. Este clube merece tudo o quanto lhe possamos dar de bom pois já nos deu e continuará a dar de certeza quer no presente, quer no futuro. Tudo isto para dizer que não se pode em caso algum perder a fé. <BR class=incorrect name="incorrect" <a>ab</A> leonino <BR>


Comentar post

Carimbos no passaporte
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


You've got mail
omundodachapa@gmail.com
Check-in

Subscrever feeds