Domingo, 12 de Outubro de 2008

 

A visita a uma feira de mobiliário , enquanto criança, funcionava como um maravilhoso passeio após um jantar prematuro, findo o qual regressava a casa saciada de gente e confusão, carregada de sacos de brochuras, brindes e catálogos esquecidos, durante dias, na mesa de entrada.

Anos passaram e a mesa de entrada já não se entitula de tal forma: transformou-se numa consola, onde já não nos esquecemos dos catálogos e brindes da feira, mas sim de um amontoado de chaves e carteiras, cartas e reminders.

Na sala, já não tenho um móvel, mas sim um aparador gigantesco, o qual não se torna claustrofóbico devido ao alto pé direito da casa .

O mobiliário branco tornou-se  lacado e a outrora conhecida como placa de vitrocerâmica diz-se que agora é induzida.

 

Os anos passaram e a feira perdeu o brilho das infimas possibilidades de aquisição que alimentavam as visitas de meninice.

 

A terminologia passou-se a conjugar com os orçamentos e as mãos já não regressam cheias de catálogos: apenas a cabeça cheia de ideias e um bolso demasiado pequeno para poder acomodá-las.

 

 



publicado por A.N às 23:26
link | comentar | partilhar

1 comentário:
De Mila a 14 de Outubro de 2008 às 20:40
Também senti o mesmo foi uma completa desilusão!!!
Salvou-se o jantar (o meu - pq o parceiro queixou-se)


Comentar post

Carimbos no passaporte
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


You've got mail
omundodachapa@gmail.com
Check-in

Subscrever feeds