Quarta-feira, 21 de Abril de 2010

Uma pessoa, relativamente boa em tudo o que faz, jamais descobre um dom ou uma vocação que permita distingui-la dos demais.

Uma pessoa relativamente boa não tem sonhos, tem paixões e caprichos, interesses vagos e aspirações frustradas. Não concretiza ideais, mas aprende a sobreviver a observar as ambições alheias.

Uma pessoa relativamente boa no que faz, não relaxa, não pára de caminhar, não evita tropeções.

Uma pessoa relativamente boa não deixa de ser mediana e cedo aprende que ao contrário do que proclama o ditado, não é necessariamente no meio que se encontra a virtude.



publicado por A.N às 23:15
link | comentar | partilhar

Carimbos no passaporte
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


You've got mail
omundodachapa@gmail.com
Check-in

Subscrever feeds