Segunda-feira, 18 de Abril de 2011

 

Conhecer-me.

Conhecer os que me rodeiam, filtrar o que não interessa, valorizar os minutos preciosos das insignificâncias dos pequenos dias.

Elogiar sem pudores, sentir vergonha das críticas desmedidas e não merecidas.

Perdoar e conseguir esquecer.

Não esquecer, mas melhorar.

Ser verdadeira sem ferir. Aceitar que o altruísmo, no sentido estrito da palavra, é utópico, mas ainda assim, não desistir de quem merece.

Manter o pensamento positivo e relativizar, mas deixar-me cair sem culpa quando o peso se tornar insustentável, com a certeza que os momentos maus só podem melhorar.

Ficar feliz pelos outros nos meus momentos de tristeza.

Desejar o melhor e aceitar o mau que nos toca.

Tomar a opção, deixa para trás um caminho e não me arrepender, mantendo presente o ritmo cardíaco do momento da decisão.

Aceitar a imperfeição, mas procurar ser perfeita nela.

Não esperar.

Não concentrar as expectativas num só item.

Levantar-me e manter o sorriso.

 

E, acima de tudo, saber agradecer e reconhecer quem me tem ajudado a fazer o caminho.

 

Não sendo dada à espiritualidade, este parece-me ser um mantra que vou conseguir recitar.



publicado por A.N às 22:55
link | comentar | partilhar

1 comentário:
De Chica Esperta a 25 de Abril de 2011 às 23:35
:)
Muito bom. É isto mesmo!


Comentar post

Carimbos no passaporte
2013:

 J F M A M J J A S O N D


2012:

 J F M A M J J A S O N D


2011:

 J F M A M J J A S O N D


2010:

 J F M A M J J A S O N D


2009:

 J F M A M J J A S O N D


2008:

 J F M A M J J A S O N D


2007:

 J F M A M J J A S O N D


2006:

 J F M A M J J A S O N D


2005:

 J F M A M J J A S O N D


2004:

 J F M A M J J A S O N D


You've got mail
omundodachapa@gmail.com
Check-in

Subscrever feeds