Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O mundo da Ch@p@

Staple Singers

A.N, 10.01.08



Ao som destas senhoras, me despeço.

Hoje é noite de dourados e muita laca.

O que é que se há-de fazer?


Um brinde a Alcochete e à nova ligação Barreiro/Chelas.
God bless!

Comunhão de vida

A.N, 10.01.08

"Vou-me casar."


Advogado: "Contra quem?"
Engenheiro: "Isto até lá...se a estrutura não for boa.."
Cínico: "Estás farta de estar bem, não?"
Incrédulo: " Quem?Tu?Quem diria..."

Amargura nacional ( porque só a nós assiste o direito de criticar o que é nosso!)

A.N, 10.01.08

Ventos de mudança, proclamam os inocentes.

Procuram-se bodes expiatórios.

Alcochete: uma decisão política ou uma transferência de responsabilidade para o LNEC? Jamais!, diria Sócrates.

Procuram-se desleixados que sucumbem à ganância, à fome de poder, à vontade de brilhar. São levantados autos de contraordenação, propostas comissões parlamentares para investigar os factos ilícitos praticados. O resultado? Tarda...contrariamente ao que sucede com o esquecimento.

Produzem-se leis, aplicam-se regulamentos, proliferam directivas dos diversos organismos reguladores.

Gritam os lobbies, reclamam-se indemnizações, lucros cessantes e danos emergentes, compensações morais e festinhas no pêlo.

Todos querem uma fatia do bolo, mas este, contrariamente ao que seria de esperar, não sobeja.

Quebra-se o elo mais fraco, mas por detrás do cenário, as jogadas de bastidores mantêm-se sob o anonimato da fraternidade e do companheirismo histórico.

Este é o nosso Portugal dos pequeninos.

Pequeninos que andam distraídos com a TVI e culpam o novo código de processo penal por todas as maleitas da sociedade que ignoram...

American Gangster

A.N, 08.01.08

Frank Lucas: What is that you got on?

Huey Lucas:What? This?

Frank Lucas:Yeah, that.

Huey Lucas: This is a very, very, very nice suit.

Frank Lucas: That's a very, very, very nice suit, huh?

Huey Lucas: Yeah.

Frank Lucas: That's a clown suit. That's a costume, with a big sign on it that says "Arrest me". You understand? You're too loud, you're making too much noise. Listen to me, the loudest one in the room is the weakest one in the room.

American Gangster, 2007
Ridley Scott

A pausa

A.N, 08.01.08
Imensas ideias. Anotadas na agenda, no resto de guardanapo, em mesas de restaurante do barlavento algarvio.
Ideias fervilhantes, momentos inspiradores, imensas opiniões e reflexões frequissímas e dignas de nota.
Todas perdidas, irremediavelmente, num mundo sem internet, computadores ou wireless gratuito; num sofá, gasto e ainda manchado pelo sal da época estival.
Tantas ideias desperdiçadas, na languidez dos dias passados a sul.

Venire Contra Factum Proprio

A.N, 02.01.08

Deveria ser formal e unanimemente declarado pela jurisprudência que a entrada em vigor de novas leis quer a aplicação de novos coeficientes no dia 1 de Janeiro de cada ano, constitui um verdadeiro abuso de direito.

De acordo com o nosso Código Civil, o exercício de um direito deve situar-se dentro dos limites das regras da boa fé, dos bons costumes e ser conforme com o fim social ou económico para que a lei conferiu esse direito.

Sempre que se exceda tais limites, há abuso de direito. A ilegitimidade não resulta da violação formal de qualquer preceito legal concreto, mas da utilização manifestamente anormal e excessiva do direito. – art. 334.º do C.C..

Dúvidas não me parecem restar que o facto de o Estado e o fantasmagórico “Legislador” optarem pelo primeiro dia do ano (ou o dia mundialmente consagrado à ressaca) para lançarem novos métodos de nos irem ao bolso, se enquadra no normativo legal.

Pág. 2/2