Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

Causídicos

A.N, 25.03.08

Por vezes é sujo, disforme e desconfortável. Maçador, incomodativo e deprimente.
É confuso, desorganizado, dúbio e desesperante.
Consegue motivar e ao mesmo tempo deixar a motivação pelas ruas da amargura.
Esperam tudo de nós, advogados, desejando, no entanto, poder dispensar a nossa presença; poder viver sem as nossas questões, os nossos dilemas, as nossas cautelas e excessivas preocupações.
Não podemos negar conhecimento,mas ao mesmo tempo não podemos fingir que o possuímos.
Falamos de crime, de direito de queixa, de cláusulas contratuais abusivas e excepções de não cumprimento.
E falhamos, invariavelmente, porque afinal a questão especifica residia na obrigatoriedade de pagamento do imposto de selo  quando a nossa área de actividade é o direito do trabalho.

Ao final do dia, poucos risos para partilhar, mas um cérebro a explodir de conhecimentos residuais, cuja utilidade permanece duvidosa.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.