Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

Pós-bricolage

A.N, 15.07.08

Uma ida ao IKEA tem quatro momentos absolutamente inquestionáveis, com os quais ninguém se preocupa até ao momento em que conclui o gigantesco desafio que consiste na montagem caseira dos móveis adquiridos.

 

Primeiro momento: Saímos de casa com o catálogo IKEA debaixo do braço, na página onde consta a cómoda que pretendemos adquirir e que aparentemente é o único motivo da nossa deslocação.

 

Segundo momento: Apesar de custar 2,99 € levamos, para além da malfadada cómoda, um saca-rolhas ergonómico; uma base para copos de 2,98€; três separadores de gavetas para arrumar as meias que não temos, uma almofada para dormir de lado e um rolo da massa.

 

Terceiro momento: A chegada à zona dos pseudo-atoalhados, altura em que o cérebro já não processa mais informação e em passos largos nos dirigimos à zona de recolha dos móveis,onde ficamos na fila dos carrinhos de mudanças.

 

Quarto momento ou o momento das questões fundamentais :

 

1) Como é que levo esta porcaria toda no carro?

2) Como é que gastei o triplo do que deveria gastar?

3) Quem é que vai conseguir montar tudo isto?

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.