Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

Os pequenos nadas

A.N, 29.08.06


"E tudo isto vai parecer conversa pirosa e lamechas, mas foi mesmo no que fiquei a pensar: a vida não é justa e é revoltante dependermos da sorte, dos astros, de outros - de tudo o que não esteja nas nossas mãos.
Apetece gritar e protestar quando um pequeno golpe - de sorte? de azar? - mexe tanto com as nossas vidas, com a estabilidade dos dias, com a calma e a paz.
A revolta cresce quando vai acontecendo e acontecendo, quando "incidentes" vão atravessando os anos contra tudo o que poderíamos esperar. (...)
E depois de cada azar desenrascamo-nos e mudamos a sorte; depois de cada obstáculo descobrimos novas forças e fazemos mais uma estrada.
Sem percalços ías ficar desprotegida.
E mais dependente dos outros (de outros) do que seria de prever... "


Espero que não te importes, amiga helvética.

1 comentário

Comentar post