Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

O elemento aleatório

A.N, 27.03.09

 

 

Se já éramos um país de referências, de contactos, conhecimentos e recomendações duvidosas, Lisboa abraçou, definitivamente, essa reputação.

Perante uma ausência de oferta e de condições de mercado, a escassa noite de Lisboa arrogou-se ao direito de dispor de guest lists que se transformam em verdadeiros obstáculos para aqueles que ainda insistem em sair à noite, sem desmorecer perante a falta de qualidade dos espaços, a arrogância dos empregados, a inflação dos preços e a idiotice dos horários.

As guest lists, para além de injustificáveis, obrigam-nos a pensar, a organizar e premeditar algo que jamais merece tanta coordenação - a diversão- ao mesmo tempo que transpõem para a idade adulta a alea da restrição de entrada que desde os quinze anos já não se faz sentir.

 

E de tanta conversa não consigo extrair qualquer conclusão.A par com o registo nas inúmeras guests lists de Lisboa, a esta hora, à sexta-feira, há que enfrentar o grande dilema desta que se arroga ser uma metrópole: reservar uma mesa para jantar.

 

 

Dadas as circunstâncias, este tema terá que ficar, inevitavelmente, para outras núpcias.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.