Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

Hoje passei numa obra e este foi o resultado

A.N, 26.08.09

 

 

Mais do que prático, deve ser fantasmagoricamente libertador ser homem.

Cuspir, flatular e praguejar numa vertiginosa ausência de censura e ter por garantida a total condescendência das testemunhas desses magistrais gestos de elegância.

E, mais do que ausência de saltos e depilações, poder caminhar sózinho pela rua e lançar piropos libidinosos que roçam a indecência a qualquer elemento do sexo feminino, sem necessitar do olhar aprovador e da pancadinha nas costas de um qualquer amigo compincha para se sentir legimitado na sua acção.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.