Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

Liu Xiaobo

A.N, 12.12.10

 

"(...) Acredito firmemente que o progresso político da China não vai parar nunca e estou cheio de expectativas optimistas de que a liberdade chegará à China no futuro, porque nenhuma força pode bloquear o desejo humano de liberdade. A China irá acabar por se tornar um Estado de direito respeitador dos direitos humanos. (...) Perguntem-me qual foi a minha mais afortunada experiência nas últimas décadas e eu direi que foi ganhar o amor altruísta da minha mulher, Lui Xia (...). O teu amor é a luz do sol que atravessa as paredes e as barras da prisão, acariciando cada pedaço da minha pele, aquecendo cada célula minha, permitindo-me manter a minha calma interior , magnânima e luminosa, para que cada minuto na prisão seja cheio de significado (...) Mesmo que seja reduzido a pó, irei abraçar-te com as minhas cinzas.(...)

 

Não me sinto culpado por seguir o meu direito constitucional à liberdade de expressão, por cumprir a minha responsabilidade social enquanto cidadão chinês. Mesmo se acusado disso, não me queixaria."

2 comentários

Comentar post