Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

Boxing Day

A.N, 27.12.12

 

 

 

A maratona do Natal deveria terminar como todas as outras: um pódio e três medalhas.

 

A medalha de ouro para o familiar presente que não perde a paciência nunca e que anseia pelo Natal seguinte; a de prata para aquele que não cedendo ao cansaço, foca-se, exclusivamente, no importante (a.k.a comida), brinda com genuína alegria e enfarda como se não houvesse amanhã e a medalha de bronze caberia aquele que pese embora a exaustão da intensa socialização, no final das mil ceias,  ainda consegue sugerir jogos para prolongar o evento natalício.

 

Este ano não mereci nenhuma destas medalhas, mas dadas as circunstâncias, a atribuição de uma menção honrosa de participação seria um gesto simpático.

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.