Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

O mundo da Ch@p@

As questões do dia

A.N, 25.05.05
O metropolitano, não obstante ser o melhor meio de transporte de Lisboa, tem-se revelado ser uma óptima fonte de inspiração e sem dúvida um óptimo terreno de investigação, do ponto de vista sociológico e antropológico.
Observar os comportamentos dos chimpanzés, são vãs tentativas de compreender os nossos instintos primários e comportamentos irracionais. Basta observar o comportamento humano no metro, devendo a nossa atenção focar-se em momentos estratégicos como as entradas e as saídas das carruagens.
Alongo-me , como sempre faço, nestas linhas introdutórias.
O tema deste post , contrariamente ao que parecia antever, não é o comportamento humano ou a análise do homem enquanto animal citadino.
Divaguei acerca do metro , porque mais uma vez numa das carruagens do Metropolitano de Lisboa , fui assaltada por pensamentos acerca da sociedade portuguesa.
Avizinha-se o referendo em França acerca da aprovação ou não da Constituição Europeia. Salvo erro, em Outubro será a nossa vez de dizer Sim ou Não à Europa.
Em França vive-se um aceso, generalizado e construtivo debate acerca deste texto. Em Portugal, limitamo-nos a agendar a data do referendo, sem qualquer tipo de elucidação do povo português acerca do conteúdo da Constituição, sem ser fornecido qualquer tipo de esclarecimento acerca das consequências que o Sim acarreta.
A embaixada francesa em Portugal enviou, há alguns meses atrás, um caderno informativo acerca da Constituição Europeia, permitindo um hiato suficiente para que Domingo, os franceses residentes em território português possam tomar uma decisão consciente, estruturada e reflectida.
Em Portugal grita-se “SLB” e o executivo, optando pela não informação das massas, assume plenamente a tarefa de decidir por nós.
Hoje Sócrates anunciou a subida do IVA para os 21%.
Uma medida que a curto prazo produzirá efeitos, mas que o faz incorrer nos mesmos rumos seguidos pelo PSD.
Tomámos conhecimento ainda que as receitas provenientes desse aumento do IVA, serão prioritariamente afectadas à Segurança Social.
Foi anunciada ainda a criação de um novo escalão de IRS de 42 por cento para contribuintes com rendimentos anuais superiores a 60 mil euros.
De acordo com o presenciado por mim na linha azul do metro de Lisboa, estas medidas caíram em saco roto na consciência e preocupações dos presentes.
No topo da lista dos temas debatidos na carruagem, situava-se inevitavelmente a vitória benfiquista do fim-de-semana passado e a hipotética dobradinha benfiquista do próximo fim-de-semana.
Dá que pensar: seremos nós uma sociedade assim tão alheia, desprendida, e despreocupada? Ou ainda viveremos sob expectro de Salazar, encarando o conhecimento e a educação como veículos de infelicidade?
Será que hoje em dia o futebol é o nosso único elemento de identidade com este país à beira mar plantado?E já agora... devemos votar sim ou não à Constituição Europeia?


Nedstat Basic - Free web site statistics Personal homepage website counter

Free counter

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.